This is an automatically generated PDF version of the online resource brazil.mom-rsf.org/en/ retrieved on 2019/07/18 at 21:55
Reporters Without Borders (RSF) & Intervozes - all rights reserved, published under Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International License.
Intervozes LOGO
Reporteres sem fronteiras

Grupo Abril

Grupo Abril

O Gupo Abril é dono da revista semanal de atualidades com a maior tiragem do Brasil, a revista Veja, com média de 1.111.968 exemplares no ano de 2016. Sua tiragem é muito maior do que a da segunda colocada, a revista Época do Grupo Globo, com tiragem média de 340.195 exemplares no mesmo período. Na lista das 10 revistas de maior tiragem no Brasil, seis delas pertencem ao grupo.

Apesar de ainda dominar o mercado de revistas no Brasil, o Grupo Abril é hoje muito menor do que era no final do século XX. Durante toda a história do grupo, a revista Veja exerceu enorme papel na formação da opinião pública brasileira por ser uma revista de alta tiragem e por ter a política como assunto central,. Seu perfil mudou ao longo de sua existência, acompanhando as mudanças de gestão do grupo Abril e as posições de seus executivos.

O Grupo foi fundado por Victor Civita, um ítalo-americano naturalizado brasileiro. Seu irmão, César Civita, trabalhava na editora italiana Mondadori, que detinha os direitos de publicação das revistas da Disney em italiano. Ao emigrar para a Argentina durante a Segunda Guerra Mundial, César fundou a Editorial Abril com o licenciamento para a publicação da revista Pato Donald na América Latina, e propôs a Victor a abertura de uma editora no Brasil com o suporte da Disney e da Time-Life. Essas empresas, seguindo a política de disseminação dos valores culturais norte-americanos durante a Guerra Fria, queriam aumentar sua presença nos países da América Latina, mas esbarravam na legislação de restrição ao capital estrangeiro nas empresas de comunicação. Foi assim que nasceu a Editora Abril, com sede em São Paulo, com investimento próprio de 500 mil dólares, além de empréstimos e de uma sociedade com o grupo Smith de Vasconcelos e com o empresário mineiro descendente de italianos Gordiano Rossi. Victor Civita tinha o controle acionário da editora.

As primeiras publicações da editora foram a revista Pato Donald, da Disney, e, alguns anos depois, uma versão da Bíblia chamada “A Bíblia mais bela do mundo”, e a enciclopédia Conhecer. Em 1961, lançou outros produtos Disney, como a revista Zé Carioca, e, em 1969, a revista de quadrinhos brasileiros Recreio. Na década de 1960, criou revistas segmentadas: para o público feminino, lançou a revista Cláudia em 1961 (hoje a quarta revista mais vendida no Brasil, com tiragem média de 327.435 exemplares); para o público masculino, a revista Quatro Rodas em 1960 (hoje a oitava revista mais vendida no Brasil), em consonância com a expansão da indústria automobilística promovida pelo governo desenvolvimentista de Juscelino Kubitschek. Também em 1961 foi criada a Abril Distribuidora que passou posteriormente a distribuir, além das revistas, também fascículos e livros produzidos pela Abril Cultural (1968-1982).

Como outras empresas de comunicação no Brasil, a Abril contou com ajuda governamental para sua expansão. A partir da década de 1950, o governo passou a oferecer subsídios para a indústria do papel nacional e isenção de impostos para a publicação de livros. Em 1963, a empresa adquiriu uma nova rotativa com o financiamento do então BNDE - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico, após convencer seu diretor, Garrido Torres, a incluir a indústria gráfica na lista de “indústrias de base” que o banco apoiava. O grupo também desenvolveu, ainda no final dos anos 1960, materiais educacionais para o Movimento Brasileiro de Alfabetização(MOBRAL), órgão criado pela Ditadura Militar para alfabetização de adultos que substituiu o método de Paulo Freire usado até então. O grupo fundou também uma rede de hotéis, a Quatro Rodas, mesmo nome da revista de automóveis e do guia de viagens da editora, e frigoríficos.

A editora só lançou produtos de conteúdo jornalístico político já no período da Ditadura Militar (1964-1985), por iniciativa de um dos filhos de Victor, Roberto Civita. Nesse período, a editora lançou duas revistas jornalísticas: a Realidade (1966-1976) e a Veja (desde 1968). As duas revistas abordavam temas políticos e comportamentais que desagradavam o regime militar brasileiro e tiveram algumas de suas edições apreendidas. Durante a Ditadura Militar, a Abril brasileira cresceu, mas a editora argentina de César Civita, a Editorial Abril, enfrentou problemas políticos tanto com os peronistas quanto com os militares até fechar suas portas em 1975, com o exílio da família na Itália.

Nos anos 1980, foi criada a Fundação Victor Civita, que empreendeu uma série de publicações voltadas para a educação e prêmios voltados a profissionais de educação com atuação de destaque. Roberto Civita assumiu a direção do grupo em 1990, com a morte do pai, e manteve o crescimento do grupo investindo em TV a cabo (TVA, DirecTV, MTV, TV Abril, ESPN Brasil, entre outras) e Internet (o Portal BOL). Ele também fundou a Abril Educação, um dos maiores grupos de educação privada do Brasil, reunindo as editoras de livros didáticos Ática e Scipione (tendo como principal cliente o Ministério da Educação), os sistemas de ensino Anglo, Ser, Maxi e GEO, o Curso e Colégio pH, o Grupo ETB (Escolas Técnicas do Brasil), de São Paulo, a SIGA, curso preparatório para concursos, a Escola Satélite, as escolas de idiomas Red Balloon e Wise Up e a Livemocha, comunidade online de ensino de inglês. Em 2007, o Grupo Abril, que era acionista majoritário da distribuidora Dinap, anunciou sua fusão com a distribuidora Fernando Chinaglia, adquirindo monopólio na distribuição de revistas no Brasil (hoje com o nome de Total Express).

À exceção da publicação de revistas, os demais negócios do grupo não foram mantidos financeiramente viáveis. Hoje, o portal BOL, incorporado pelo UOL, pertence ao Grupo Folha. As TVs por assinatura também foram repassadas para outras empresas, assim como algumas importantes revistas do grupo. A Abril Educação passou a se chamar Somos Educação e seu controle acionário é do fundo de investimentos Tarpon Gestora de Recursos S.A (74,5%) e do Governo de Singapura (18,5%). O grupo detém as revistas da Editora Abril e as suas empresas de distribuição e logística. Mesmo o carro chefe do grupo, a revista Veja, passa por problemas financeiros que são atribuídos principalmente ao seu descrédito editorial.

Informações Básicas

Empresa Mãe

Abrilpar

Tipo de Negócio

Privado

Forma Legal

Corporação

Setores de Negócio

Mídia, Educação

Propriedade

Proprietário Individual

Naspers (Myriad International Holdings B.V.)

Naspers é um conglomerado de mídia da África do Sul. Ele era ligado ao Nasionale Party (NS) e apoiou o regime do Apartheid.

30%
Veículos de Mídia
Outros Veículos de Mídia

Outros veículos impressos

Revista Veja, revista Veja São Paulo, revista Veja Rio, revista Veja Comer & Beber, revista Exame, revista Exame Maiores e Melhores, revista Boa Forma, revista Claudia, revista Casa Claudia, revista Casa Cor, revista Elle, revista Estilo, Guia dos Estudante, revista Mundo Estranho, revista Cosmopolitan, revista Quatro Rodas, revista Saúde, revista Superinteressante, revista Viagem e Turismo, revista VIP, revista Arquitetura & Construção, revista Minha Casa, revista Placar, revista Você S/A, revista Você RH.

Outros Veículos Online

Veja Rio (http://vejario.abril.com.br), Veja BH (http://vejabh.abril.com.br), Veja SP (http://vejasp.abril.com.br) e Capricho (http://capricho.abril.com.br)

Fatos

Negócios na Mídia

Editora

Abril Mídia

Gráfica

Abril Print

Distribuição e Logística

Total Express

Agência de comunicação

ABC - Abril Branded Content

Análise de Dados

ABD - Abril Big Data

Clube de assinaturas

GoBox

Licenciamento de marcas

Abril Licensing

Plataforma de revistas digitais

GoRead

Negócios

Educação, Esporte e Ação social

Fundação Victor Civita

Eventos

Casa Cor América Latina - mostra de arquitetura, design de interior e paisagismo

E-commerce

GoToShopping

O conglomerado da África do Sul Naspers é dono de 30% da Abril. Ele também é dono de outros negócios de mídia, como a ferramenta de busca de compras Buscapé (91%).

Na Editora Abril: Elle – Hachette Filipacchi Presse; Estilo – Time Inc.; National Geographic Brasil – National Geographic Society; Nova – The Hearst Corporation;Playboy – Playboy Enterprises International; Revistas infanto-juvenis – Disney; Runner's World, Men's Health e Women's Health – Rodale Inc.; e Superinteressante – GyJ España Ediciones, uma empresa do Grupo alemão Gruner+Jahr. (ver com Luciano e Daniel)

Informações Gerais

Ano de Fundação

1950

Fundador

Victor Civita – iniciou a Abril no Brasil a partir dos contatos que seu irmão tinha, na Argentina, com os grupos estadunidenses Disney e Time-Life. Civita também fundou também uma cadeia de hotéis e frigoríficos, que não mais pertencem ao Grupo Abril.

Empregados

9000

Contato

Sede São Paulo (SP) - Avenida das Nações Unidas, 7221 - Pinheiros - São Paulo - SP - CEP: 05425-902 - (11) 3037.2000 - www.grupoabril.com.br - www.abril.com.br

CNPJ

CNPJ 44.597.052/0001-62

Informações Financeiras

Receitas (Dado Financeiro/ Opcional)

2016: R$ 1,024.2

Lucro Operacional (em US$ M)

2016: perdas de R$ 233.9

Publicidade (em % de receitas)

Sem Dados

Gestão

Diretoria

Giancarlo Fracesco Civita, Arnaldo Figueiredo Tibyriçá, Fábio Petrossi Gallo, Marcelo Vaz Bonini, Victor Civita Neto.

Diretoria Não Executiva

Giancarlo Fracesco Civita, Victor Civita, Thomaz Souto Corrêa Netto.

Conselho Fiscal

Sem Dados

Outras Pessoas Influentes

Walter Longo é presidente do Grupo Abril desde 2016. É membro do Conselho Mantenedor do Instituto Millennium, formado por intelectuais e empresários conservadores.

Outras Informações

Notícias

http://g1.globo.com/economia/midia-e-marketing/noticia/2013/12/abril-anuncia-venda-de-operacao-de-radiodifusao-para-grupo-spring.html

G1. Abril anuncia venda de operação de radiodifusão para Grupo Spring. (2012). Acesso 1 Outubro 2017.

Dados Publicamente Disponíveis

dados de propriedade são facilmente acessíveis em outras fontes, como Juntas Comerciais etc

2 ♥

Fontes

http://portfoliodemidia.meioemensagem.com.br/portfolio/midia/ABRIL+M%25C3%258DDIA/18755/home

Meio & Mensagem. Portfolio: Abril. Acesso 1 Outubro 2017.

  • Projeto por
    Intervozes Logo
  •  
    Reporteres sem fronteiras
  • Financiado por
    BMZ