This is an automatically generated PDF version of the online resource brazil.mom-rsf.org/en/ retrieved on 2020/07/10 at 08:29
Reporters Without Borders (RSF) & Intervozes - all rights reserved, published under Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International License.
Intervozes LOGO
Reporteres sem fronteiras

Portal Abril

O Abril.com foi fundado em 1999 como portal de notícias e entretenimento contendo dezenas de páginas com diferentes serviços e conteúdos, como o Portal da Viagem, em parceria com a empresa de venda de passagens aéreas Decolar.com. Em 2013, no entanto, devido à crise financeira pela qual passou e ainda passa o Grupo Abril, o portal parou de produzir conteúdo próprio e o endereço Abril.com tornou-se o site institucional do grupo. Mesmo assim, Abril.com (ou Abril.com.br) é ainda um dos portais mais visitados no Brasil por hospedar outros portais, entre eles o da revista Veja, a maior revista semanal em circulação no Brasil, com tiragem de 1,1 milhão de exemplares (IVC, 2016).

Além dos sites de revistas impressas, o portal abrigava, até 2018, revistas online como bebe.abril.com.br, educarparacrescer.abril.com.br e planetasustentavel.abril.com.br. Algumas revistas deixaram de ser produzidas em 2018, como parte do processo de reestruturação do grupo. O portal envia também newsletters segmentadas com o conteúdo de suas revistas aos usuários que subscrevem o serviço.

Mesmo em crise, o portal permanece no ranking dos mais acessados no Brasil. Em julho de 2017, de acordo com o ranking Alexa, o portal Abril era o 29° site mais visitado no Brasil e o 3° portal de notícias mais visitado, atrás do Globo.com (Grupo Globo) e do UOL (Grupo Folha), ambos portais que disponibilizam conteúdo próprio e serviço de e-mail. O portal passou para a posição 39 no ranking geral do Alexa (fevereiro 2019), mas permanece em boa posição entre os portais de notícias, perdendo apenas para o Globo.com, o UOL, o portal do jornal Folha de S. Paulo e o site Metropolis. O ranking Alexa (fevereiro 2019) também mostra que, dentro do portal, os conteúdos mais acessados permanecem sendo os das revistas Exame (exame.abril.com.br), com 27,81% dos acessos, e Veja (veja.abril.com.br), com 25,31% dos acessos.

O portal da Veja também aparece entre os três sites de notícias políticas mais compartilhados no Facebook, de acordo com o Monitor do Debate Político no Meio Digital (GPOPAI/USP, julho 2017). Além disso, as revistas Exame e Veja aparecem, respectivamente, na 4a e 7a posições no Índice Torabit (segmento de notícias, agosto 2017), que mede engajamento no Facebook, Twitter e Instagram.

Antes de fundar o Abril.com, o Grupo Abril criou, em 1996, o portal Brasil Online (Bol.com), um portal de notícias e entretenimento, serviço de e-mail e provedor de internet que é atualmente de propriedade do UOL (Grupo Folha). O portal se tornou popular no Brasil por ser o primeiro a oferecer a seus usuários serviço gratuito de e-mail. Ainda hoje, de acordo com o ranking Alexa, o portal é visitado principalmente para acesso a e-mails.

As duas revistas que geram a maior parte dos acessos ao portal - Exame e Veja – têm um time de colunistas famosos hospedando seus blogs no portal. O portal da Veja hospeda, entre outros, os blogs do economista Maílson da Nóbrega, ex-ministro da Economia; Sérgio Praça, professor e pesquisador na Fundação Getúlio Vargas (FGV); João Batista Araújo e Oliveira, ex-secretário executivo do Ministério da Educação durante o governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e colaborador do Instituto Millenium. A revista perdeu seu blogueiro mais acessado, Reinaldo Azevedo, em maio de 2017, depois do vasamento na mídia de uma conversa do jornalista com Andrea Neves, irmã do político Aécio Neves (PSDB-MG), na qual ele criticava um artigo publicado na Veja.

Texto publicado em outubro de 2017 e atualizado em fevereiro de 2019.

Informações Básicas

Participação na Audiência

29 (Alexa Ranking julho 2017)

Tipo de Propriedade

Privado

Cobertura Geográfica

Internacional

Tipo de Conteúdo

Conteúdos gratuitos

Dados Publicamente Disponíveis

dados de propriedade são facilmente acessíveis em outras fontes, como Juntas Comerciais etc

2 ♥

Empresas de Mídia / Grupos

Grupo Abril

Propriedade

Quadro Societário

O portal Abril.com pertence ao Grupo Abril. O grupo era de propriedade da família Civita (70%) e do conglomerado de mídia da África do Sul Naspers (30%) até janeiro de 2019, quando o CADE - Conselho Administrativo de Defesa Econômica, aprovou a venda para a Cavalry Investimentos, do empresário Fábio Carvalho, dono das redes de lojas Casa & Vídeo e Leader.

Grupo / Proprietário Individual

Empresas de Mídia / Grupos
Fatos

Informações Gerais

Ano de Fundação

1999

Fundador

Roberto Civita – filho do fundador do Grupo Abril, Victor Civita. Herdou de seu pai o controle do Grupo Abril e do negócio de revistas do grupo.

CEO

Marcos Haaland - sócio da empresa de recuperação judicial Alvarez & Marsal, com experiências nos setores do agronegócio, de alimentos e de óleo e gás, é presidente do Grupo Abril desde julho de 2018.

Editor Chefe

O Conselho Editorial do Grupo Abril é formado por: Victor Civita Neto (Presidente), Thomaz Souto Corrêa (Vice-Presidente) e Giancarlo Civita

Contato

Sede São Paulo (SP) - Avenida das Nações Unidas, 7221 - Pinheiros - São Paulo - SP - CEP: 05425-902 - (11) 3037.2000 - www.grupoabril.com.br - www.abril.com.br .

Informações Financeiras

Receita (US$ M)

Sem Dados

Lucro Operacional (US$ M)

Sem Dados

Publicidade (% da receita total)

Sem Dados

Participação no Mercado

Sem Dados

Outras Informações

Fontes do Perfil do Veículo

http://portfoliodemidia.meioemensagem.com.br/portfolio/midia/ABRIL+M%25C3%258DDIA/18755/home

Meio & Mensagem. Portfolio: Abril Mídia. Accessed 10 october 2017.

  • Projeto por
    Intervozes Logo
  •  
    Reporteres sem fronteiras
  • Financiado por
    BMZ