Equipe

Equipe MOM Brasil

ANDRÉ  PASTI coordena a pesquisa Monitoramento da Propriedade da Mídia (Media Ownership Monitor/MOM) no Brasil. Ele é geógrafo graduado pela Universidade de Campinas (Unicamp) e doutorando em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (USP), onde também é integrante do Laboratório de Geografia Política e Planejamento Territorial (LABOPLAN). É mestre em Geografia pela Unicamp, com uma pesquisa sobre geografia e mídia. Pesquisa políticas de comunicação na América Latina e a democratização da mídia na Argentina. É professor na Cotuca / Unicamp e integrante da diretoria do Intervozes -- Coletivo Brasil de Comunicação Social. Também integra a direção da seção de Campinas da Associação Brasileira de Geógrafos (AGB).

OLÍVIA BANDEIRA, pequisadora. Possui PhD em Antropologia Cultural pelo porgrama de pós-graduação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGSA / UFRJ). É mestre em Comunicação pelo programa de pós-graduação em Comunicações da Universidade Federal Fluminense(PPGCOM / UFF) e graduada em Comunicação Social pela mesma universidade. Foi coordenadora do projeto Bem TV - Educação e Comunicação (2003-2009), coordenadora da área de pesquisa em Economia da Cultura no Instituto Cultural Overmundo (2009-2011) e coordenadora de diversidade cultural na SEC-RJ - Secretaria da Cultura do Estado do Rio de Janeiro (2011-2012). Também trabalhou em pesquisa aplicada em instituições como UNESCO and Intervozes - Coletivo Brasil de Comunicação Social, do qual faz parte. 

LUCIANO GALLAS, pequisador. Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação (UNISINOS), com pesquisa sobre o marco regulatório da televisão aberta na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa(CPLP). É graduado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e integrante do Intervozes - Coletivo Brasil de Comunicação Social. Como jornalista, trabalhou em jornais diários, revistas na assessoria de comunicação de organizações governamentais e não-governamentais. Também foi editor de conteúdo no Ministério da Educação entre 2005 e 2008, em consultorias para a Unesco e no jornal IHU On-Line, do Instituto Humanitas Unisinos. É consultor na Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais (FLACSO) na área de comunicação para a Segunda Conferência Nacional Sobre Escolas Indígenas (II CONEEI).

DANIEL FONSECA é o consultor legal do MOM Brasil.  Journalista, é graduado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Ceará (UFC, 2004) e possui especialização em Comunicação e Teorias da Imagem pela mesma instituição (2008). PhD em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO-Post / UFRJ). Trabalhou como repórter na Agência de Notícias Frei Tito para a América Latina (Adital), foi coordenador executivo da Amarc Brasil (2014-2015) e diretor da União de Jornalistas Profissionas do Município do Rio de Janeiro (SJPMRJ, 2013-2016). Participa do Grupo de Pesquisa de Política e Economia Peic-UFRJ, do Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social e do Instituto de Pesquisa de Direitos e Movimentos Sociais (IPDMS). Desde 2004, trabalha na Universidade Federal do Ceará (UFC), na Rádio FM da Universidade. Realiza programas de rádio sobre relações urbanas, meio ambiente e o direito à comunicação.

JONAS VALENTE, pequisador. É jornalista concursado da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), corporação responsável pelos veículos públicos no Brasil. Fez graduação em Comunicação Social- Jornalismo no Centro Universitário de Brasília e mestrado na Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília na linha de Políticas de Comunicação. Foi pesquisador do Laboratório de Políticas de Comunicação (Lapcom-UnB). É autor do livro Regulação Democrática dos Meios de Comunicação (Perseu Abramo, 2014) e co-autor dos livros Sistemas Públicos de Comunicação: Experiência de Doze Países e o Caso Brasileiro (Intervozes, Ed. Paulus, 2009); Caminhos para a Universalização da Banda Larga: Experiências Internacionais e Desafios Brasileiros (Antonio Biondi e Sivaldo Pereira Org., Intervozes, 2012); Panorama da Comunicação e das Telecomunicações no Brasil 2012/2013 (IPEA, 2013) e Políticas de Comunicações: Um Estudo Comparado Brasil, Espanha, Estados Unidos, México e Venezuela (Ramos, Leal e Geraldes Org., Ed. Comunicación Social, 2013). É estudante de doutorado no Departamento de Sociologia da UNB.

PATRÍCIA CORNILS, coordenadora do MOM Brazil pela Repórteres Sem Fronteiras. É repórter e ativista por direitos humanos nas redes, trabalhou no jornal Valor Econômico como repórter especializada em telecomunicações, foi uma das criadoras da revsta ARede, sobre o uso de tecnologias digitais em iniciativas de inclusão social. Contribuiu para criar meios independentes de imprensa como Jornalistas Livres, De Olho nos Ruralistas e contribui com o portal Outras Palavras. Participou da comunidade Transparência Hacker e do Ônibus Hacker, trabalhou no projeto de Wi-Fi Livre na prefeitura de São Paulo (2013-2014) e também na Interagentes, empresa especializada em monitoramento e articulação em rede. Faz parte da Actantes, grupo de ativistas que defende a liberdade e a privacidade na internet. A Actantes é uma das organizadoras da CryptoRave (um esforço coletivo para defender a privacidade e a liberdade na internet e o uso de ferramentas de criptografia para comunicação segura) e também integra a Coalizão Direitos na Rede, um grupo de organizações brasileiras que realiza incidência política por uma internet livre.

OLAF STEENFADT é coordenador global do Media Ownership Monitor na Repórteres Sem Fronteiras. Durante anos foi consultor para o pluralismo da mídia, especialmente na cooperação para o desenvolvimento. Trabalhou em organizações internacionais e ONGs, principalmente no Sudeste da Europa e no mundo árabe. Trabalhou para ARD e ZDF em vários papéis, inclusive como apresentador de rádio e TV, jornalista investigativo, correspondente doméstico e estrangeiro. Ensina a história da mídia, política de mídia e regulamentação em universidades na Alemanha e na Europa.

Conselho de Especialistas do MOM Brasil

O Conselho de Especialistas do MOM Brasil acompanhou todas as etapas da pesquisa e atuou como um órgão consultivo. Ele é composto por:

Adriana Bernardes

Professora do Instituto de Geociências da Unicamp e pesquisadora do CNPq (II). Possui graduação e doutorado em Geografia pela USP. Coordena o Grupo de Pesquisa “Círculos de Informações, Urbanização e Território”. Atua nos temas de redes de informações, circulação de informações, usos do território, urbanização e planejamento territorial. Desenvolve pesquisas sobre diversos agentes produtores de informação, como agências de notícias, agências de informação financeira, empresas de consultoria, empresas de mídia, de opinião pública, de logística entre outras. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/0053369497738738

Aline Lucena Gomes

Professora do Departamento de Comunicação Social da UFRN. Possui doutorado e mestrado em Comunicação pelo PPGCOM da UFPE; especialização em História e Estética da Cinematografia pela Universidad de Valladolid, Espanha; e graduação em Comunicação Social (Jornalismo), pela Universidade Católica de Pernambuco. Principais áreas de interesse: políticas e sistemas de comunicação, ética e legislação da comunicação, direito humano à comunicação, democratização das mídias tradicionais e das novas tecnologias, conteúdos midiáticos como espaços de promoção e violação dos direitos humanos. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/6106153702635737

Ana Maria da Conceição Veloso

Professora do Departamento de Comunicação da UFPE, integrante do Conselho Curador da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e colaboradora da ONG Centro das Mulheres do Cabo. Possui graduação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, mestrado e doutorado em Comunicação pelo PPGCOM da UFPE. Principais temas de pesquisa: estudos do jornalismo, comunicação social, rádio, políticas de comunicação, indústrias culturais, cidadania, gênero, feminismo, mídias radicais e direitos humanos. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/2030379753669075

Cesar Bolaño

Professor da UFS e presidente da União Latino-Americana de Economia Política da Informação, Comunicação e da Cultura (ULEPICC-Brasil). Possui graduação em Comunicação Social - Jornalismo pela USP, com mestrado e doutorado em Ciência Econômica pela Unicamp. Publicou mais de 30 livros e quase 100 artigos em revistas especialistas na área de economia política da comunicação e políticas de comunicação. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/8320476763564207

Cristiane Barbieri

Jornalista, com mais de 25 anos de experiência. Trabalhou em diversos veículos de comunicação, como os jornais "Folha de S.Paulo" e "Valor Econômico", as revistas "Época Negócios" e "IstoÉ Dinheiro" e o portal iG. Vencedora de vários prêmios jornalísticos, entre eles o Vladimir Herzog de Direitos Humanos e o Citi Journalistic Excellence Award. Formada em jornalismo (PUC-SP), completou o MBA em Informações Econômico Financeiras e Mercado de Capitais (FIA) e completou o programa do CJEA, na Universidade de Columbia.

Elizabeth Saad

Professora Titular do Departamento de Jornalismo e Editoração da ECA-USP, com ênfase nas áreas de comunicação digital e jornalismo digital. Nestas, enfatiza pesquisas e orientações nos segmentos de estratégia e negócios de informação digital; e na correlação entre a estratégia e o desenvolvimento de novas linguagens para conteúdos digitais. É coordenadora do grupo de pesquisa COM+, registrado no CNPq. É palestrante internacional e estrategista digital. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/7682721166168676 

Fabio Malini

Professor do Departamento de Comunicação da UFES, onde coordena o Laboratório de estudos sobre Imagem e Cultura (LABIC/UFES). Graduado em Comunicação Social pela UFES, mestre em Ciência da Informação pelo IBICT/CNPQ-ECO-UFRJ e doutor em Comunicação e Cultura pela UFRJ. Desenvolve pesquisas sobre ciência de dados, redes sociais e movimentos sociais (com especialidade em coleta, processamento e visualização de big data).  É também jornalista midialivrista, atuando em coletivos independentes de mídia e especializado em cobertura colaborativa, videolivestreaming e em plataformas focadas em comunicação política. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/8284809605215682

Fernando Oliveira Paulino

Diretor da Faculdade de Comunicação da UnB, pesquisador do Laboratório de Políticas de Comunicação (LaPCom-UnB) e do Projeto Comunicação Comunitária e Cidadania (CNPq) e diretor de Relações Internacionais da Associação Latino-Americana de Investigadores da Comunicação, ALAIC (2014-2016). Doutor e mestre em Comunicação pela UnB, com estágio doutoral na Universidad de Sevilla. Tem experiência na área de Políticas de Comunicação e Comunicação Comunitária. Membro da Comissão Organizadora da 1ª Conferência Nacional de Comunicação (2009). Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/2907708501435465

Joel Zito Araújo

Cineasta e pesquisador mineiro, da cidade de Nanuque, é doutor em Ciências da Comunicação pela ECA/USP, com pós-doutorado no departamento de rádio, TV e cinema e no Departamento de Antropologia da University of Texas, em Austin, nos Estados Unidos. Dirigiu documentários tematizando o negro na sociedade brasileira, vários deles premiados. Mais: https://pt.wikipedia.org/wiki/Joel_Zito_Araujo

Laura Capriglione

Jornalista, fundadora e integrante da rede Jornalistas Livres desde 2015. Trabalha com jornalismo desde 1985. Foi repórter especial do jornal “Folha de S.Paulo” entre 2004 e 2013. Dirigiu o jornal Notícias Populares (SP), foi diretora de novos projetos na Editora Abril e trabalhou na revista “Veja”. Conquistou o Prêmio Esso de Reportagem em 1994. Cursou Física e Ciências Sociais na USP, com mestrado em Sociologia na mesma instituição. Site: http://jornalistaslivres.org

Laurindo Leal

Professor aposentado da Escola de Comunicações e Artes da USP, diretor e apresentador do programa VerTV exibido pela TV Brasil e pela TV Câmara e colunista da Revista do Brasil e do site Carta Maior. Foi Ouvidor Geral da Empresa Brasil de Comunicação (2009-2011). Graduado em Ciências Sociais pela USP, com mestrado em Ciências Sociais pela PUC-SP, doutorado em Ciências da Comunicação pela USP e pós-doutorado no Goldsmiths College da Universidade de Londres. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/8079225907252994

Marcelo Kischinhevsky

Professor do Departamento de Jornalismo e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM) da Faculdade de Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FCS/UERJ). Atualmente coordena o Laboratório de Áudio (AudioLab). É coordenador-adjunto do Grupo de Pesquisa (GP) Rádio e Mídia Sonora, da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom). Bacharel em Comunicação - Jornalismo, com Mestrado e Doutorado pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO/UFRJ). Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/9941594543555963

Murilo Cesar Ramos

Pesquisador Sênior do Centro de Políticas, Direito, Economia e Tecnologias de Comunicações (CCOM) e do Laboratório de Políticas de Comunicação (LaPCom), na UnB. É Professor aposentado da Faculdade de Comunicação da UnB. Desde 1995, é sócio e diretor-presidente da ECCO - Estudos e Consultoria de Comunicações. Graduado em Comunicação pela UFPR, mestre e doutor em Comunicação pela Universidade de Missouri-Columbia (EUA).  Sua área principal de atuação profissional e acadêmica é a de políticas e regulação de comunicações. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/6499809070992343

Octavio Penna Pieranti

Pesquisador de Pós-Doutorado em Comunicação da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília (FAC/UnB). Doutor em Administração e mestre em Administração Pública pela EBAPE/FGV e graduado em Comunicação Social/Jornalismo pela UFRJ. Pesquisador Emérito do Núcleo de Estudos de Administração Brasileira (ABRAS/UFF) e pesquisador do Laboratório de Estudos em Comunicação, Tecnologia e Educação Cidadã (Lecotec) da FAAC/UNESP. Servidor público federal concursado desde 2007, já tendo trabalhado no Ministério das Comunicações, Ministério da Cultura, Anatel e EBC. Ocupou, dentre outros, os cargos de Diretor do Departamento de Acompanhamento e Avaliação e Assessor da Secretaria-Executiva do Ministério das Comunicações e chefe-de-gabinete da EBC. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/2286089648804371

Pablo Ortellado

Professor do curso de Gestão de Políticas Públicas e orientador no programa de pós-graduação em Estudos Culturais da USP. É coordenador do Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas para o Acesso à Informação (Gpopai). Atualmente, desenvolve pesquisa sobre privacidade, políticas culturais e movimentos sociais. Possui graduação e doutorado em Filosofia pela USP. É colunista da Folha de São Paulo. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/5174979257533298

Renata Mielli

Coordenadora Geral do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) e Secretária Geral do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé. Jornalista, formada em Comunicação Social na Faculdade Cásper Líbero. No movimento estudantil, foi diretora da União Municipal dos Estudantes Secundaristas de São Paulo e da União Nacional dos Estudantes (UNE). Sites: http://www.baraodeitarare.org.br e http://fndc.org.br

Richard Santos

Professor do Decanato de Extensão da UnB. Integra o Grupo de Trabalho da CLACSO "Política y producción audiovisual en la era digital". Membro/pesquisador do Grupo de Estudos Comparados México, Caribe, América Central e Brasil, uma parceria do Centro de Pesquisa e Pós-Graduação em Estudos Comparados sobre as Américas (CEPPAC), da UnB, com The Migrations and Society Research Unit (URMIS) - Université Paris-Sorbonne e pesquisador associado do Observatório Latino-americano da Indústria de Conteúdos Digitais, OLAICD, na Universidade Católica de Brasília. Doutorando em Ciências Sociais no Departamento de Estudos Latino-americanos da UnB. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/5855497908445199

Rogério Christofoletti

Professor do Departamento de Jornalismo da UFSC. Coordenou a Rede Nacional de Observatórios de Imprensa (Renoi, 2005-2009). Foi ainda membro do Conselho Científico da SBPJor (2009-2011), editor da revista Estudos em Jornalismo e Mídia (2009-2015) e coordenador do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFSC (2012-2014). Jornalista, é mestre em Linguística e doutor em Ciências da Comunicação. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/2764537115351567 

Rosane Borges

Professora colaboradora do Curso de Especialização do Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação (CELACC). Integra o grupo de pesquisa Midiato (ECA-USP). É articulista da Revista Carta Capital e do blog da Editora Boitempo, escreve regularmente nos portais de notícias ”Obsevatório da Imprensa” e “Geledés”. Integra a Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira-SP). Foi coordenadora nacional do Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra (CNIRC) da Fundação Palmares (2013). Jornalista, pós-doutoranda em Ciências da Comunicação pela ECA-USP, é doutora e mestre em Ciências da Comunicação pela USP. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/6499809070992343

Sônia Virginia Moreira

Professora associada do Departamento de Jornalismo e do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Faculdade de Comunicação Social da UERJ. Integrante do conselho curador da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação - Intercom, vice-presidente da SBPJor - Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo. Pesquisadora sênior de duas redes internacionais de pesquisa: o Worlds of Journalism Study (Universidade de Munique - LMU) e o International Media Concentration Research Project (Universidade de Columbia, NY).Possui graduação em Comunicação Social/Jornalismo (UGF), mestrado em Jornalismo (Universidade do Colorado - Boulder) e doutorado em Ciências da Comunicação (USP). Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/9376359238443176

Sonia Aguiar

Professora do Programa de Pós-Graduação da UFS. É jornalista graduada pela UFF, com mestrado em Comunicação pela ECO-UFRJ e doutorado em Comunicação/Ciência da Informação (ECO-UFRJ/Ibict), com estágio pós-doutoral no Programa de Pós-graduação em Geografia da UFF. Foi professora de Jornalismo da UFF durante 20 anos (1984-2004). Criou o Grupo de Pesquisa Geografias da Comunicação Regional (CGR), no PPGCOM-UFS. Atua nos temas de geografias da comunicação e da mídia; regionalização midiática; jornalismo regional; comunicação ambiental; e apropriações sociopolíticas da Internet. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/9240895275507045

Suzy Santos

Professora da Escola e do Programa de Pós-Graduação de Comunicação da UFRJ. Líder do Grupo de Pesquisa Políticas e Economia da Informação e da Comunicação - PEIC, em atividade desde 1995. Graduada em Comunicação Social e mestre em Comunicação e Informação pela UFRS, doutora em Comunicação e Cultura Contemporânea pela UFBA.  Suas pesquisas e sua produção tratam da economia política da comunicação e políticas de comunicação. Currículo acadêmico: http://lattes.cnpq.br/3210035960599086

Intervozes

O Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social é uma organização que trabalha pela efetivação do direito humano à comunicação no Brasil. Para o Intervozes, o direito à comunicação é indissociável do pleno exercício da cidadania e da democracia: uma sociedade só pode ser chamada de democrática quando as diversas vozes, opiniões, culturas e raças que a compõem têm espaço para se manifestar.

Para a Intervozes o direito de comunicação é indissociável da execução completa do cidadania e democracia: a sociedade só pode ser chamada democrática quando diversas vozes, opiniões, culturas e raças que compõem ela têm espaço para se manifestar, para ser vistas e ouvidas.

Repórteres Sem Fronteiras

Repórteres sem Fronteiras é uma organização internacional que tem como objetivo defender e promover a liberdade de informação.

Presente em mais de 150 países graça a uma rede de correspondentes locais, Repórteres sem Fronteiras luta diariamente e em todo o mundo por uma informação livre e independente.

Reconhecida como associação de utilidade pública em França, RSF dispõe de um estatuto consultivo nas Nações Unidas e na Unesco e conta atualmente com dez sucursais espalhadas pelo mundo.

Fundada em 1985 em Montpellier (França) por quatro jornalistas, a associação organiza sua equipe de investigadores em zonas geográficas (Europa, Ásia, Américas, Oriente Médio / Norte de África, África), levando a cabo uma vigilância permanente em todo o globo.

Desde 1994, the secção alemã está ativa em Berlim. 

 

 

Créditos e agradecimentos

Ilustração da capa - "Quem são?": Bruno Büll.
Ilustração - tipos de mídia: Franciele Oliveira.

Infográficos: Isadora Garcia e Gabriela Leite.

Tratamento de dados: Tiago Pimentel.

Revisão: Henrique B. Pasti.

Checagem: Marina Pita.

Tradução para inglês: Rodrigo Cardoso e Eduardo Graça.

Agradecimentos especiais:
- ao Conselho de Especialistas, pelo apoio durante a pesquisa;
- a todos os integrantes do Intervozes que contribuíram durante a realização do projeto;
- ao Prof. Pedro Aguiar, pelas valorosas contribuições ao longo da pesquisa;
- ao Instituto Verificador de Comunicação (IVC) pela colaboração e gentileza na cessão de dados;
- à ULEPICC, pelo apoio institucional.

  • INTERVOZES LOGO
  • Reporter without borders
pt
en
  • Projeto por
    Intervozes Logo
  •  
    Reporters without borders
  • Financiado por
    BMZ