This is an automatically generated PDF version of the online resource brazil.mom-rsf.org/en/ retrieved on 2018/12/13 at 23:34
Reporters Without Borders (RSF) & Intervozes - all rights reserved, published under Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International License.
Intervozes LOGO
Reporteres sem fronteiras
  • INTERVOZES LOGO
  • Reporteres sem fronteiras
pt
en

Folha de S. Paulo

O jornal Folha de S. Paulo é o diário de maior tiragem paga do país. De propriedade da família Frias, é apontado pelo próprio Grupo Folha como “o jornal mais influente do Brasil” e como “o jornal mais vendido do país entre os diários nacionais de interesse geral”.

A linha editorial está prevista no Projeto Folha, implementado por Otávio Frias Filho no início da década de 1980, período que coincide com o momento a partir do qual a publicação se torna referência no mercado nacional de mídia impressa.

A família Frias só assumiu o controle sobre a Folha da Manhã S.A. em agosto de 1962, quando as três folhas (Folha da Manhã, Folha da Tarde e Folha da Noite) já circulavam em um único caderno, sob o título Folha de S. Paulo. Octávio Frias de Oliveira e o sócio Carlos Caldeira Filho convidaram o cientista José Reis, um dos criadores da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), para assumir a direção de redação. Mas a reestruturação do jornal ficaria mesmo a cargo do jornalista Cláudio Abramo, oriundo de O Estado de São Paulo. Abramo havia trabalhado antes com Frias na empresa Transaco, que realizava corretagem de ações e análises para a Folha da Manhã.

A Folha de S. Paulo apoiou o conjunto de acontecimentos que levaram ao golpe de 1964 no Brasil, embora depois do mesmo consumado tenha buscado uma posição de independência em relação ao governo militar. Em 1974, diante do referido “milagre brasileiro” na área da economia, a Folha de S. Paulo chegou a afirmar que estávamos: “queimando etapas, descobrindo atalhos e ingressando, sem alarde, na categoria dos países tocados por objetivos nacionais claramente definidos. [...] Diríamos que somos hoje uma nação desigualmente desenvolvida e não mais uma nação equilibradamente empobrecida... O desequilíbrio no crescimento é preferível ao equilíbrio no definhamento. A divisão desigual da riqueza em expansão é bem melhor que a divisão por igual da pobreza crônica” (edição de 31/3/1974 da Folha de S. Paulo).

Mais tarde, em 1977, a empresa decidiu suspender todos os editoriais e artigos da Folha de S. Paulo, em protesto à prisão do jornalista Lourenço Diaféria. Ele havia escrito uma crônica considerada pelos militares ofensiva à figura de Duque de Caxias, patrono do Exército. O então secretário de Segurança do estado de São Paulo, coronel Antônio Erasmo Dias, bradou à época que o jornal tinha “muitos elementos subversivos” em seus quadros, e ameaçou enquadrar a empresa na Lei de Segurança Nacional. A resposta do proprietário Octávio Frias de Oliveira, pai de Otávio Frias Filho, à crise foi afastar Cláudio Abramo do cargo de editor-chefe, substituindo-o por Bóris Casoy, e extinguir a coluna “Jornal dos Jornais”, escrita aos domingos pelo jornalista Alberto Dines.

Mais recentemente, o jornal protagonizou outro conflito ligado à liberdade de expressão, com o processo judicial que moveu contra o blogue “Falha de S. Paulo”, que realizava paródias sobre os erros praticados pelo jornal em suas páginas diárias. Com a disputa judicial e a censura imposta, o blogue já está fora do ar há sete anos, numa clara demonstração de desrespeito à liberdade de expressão por parte da Folha.

Apesar de afirmar ter como objetivo a pluralidade, há um enorme desequilíbrio entre o número de colunistas progressistas e o de colunistas conservadores nos artigos e espaços de opinião do jornal, sendo os últimos uma grande maioria.

Informações Básicas

Participação na Audiência

9.24% (IVC)

Tipo de Propriedade

privado

Cobertura Geográfica

Mídia nacional

Tipo de Conteúdo

Conteúdo pago (standard)

Dados Publicamente Disponíveis

dados de propriedade são facilmente acessíveis em outras fontes, como Juntas Comerciais etc

2 ♥

Empresas de Mídia / Grupos

Grupo Folha

Propriedade

Quadro Societário

A Folha de S. Paulo pertence ao Grupo Folha. O Grupo é de propriedade da família Frias.

Grupo / Proprietário Individual

Empresas de Mídia / Grupos
Fatos

Informações Gerais

Ano de Fundação

1921

Fundador

Olívio Olavo de Olival Costa, Julio Mesquita Filho, Pedro Cunha, Leo Vaz, Mariano Costa e Artêmio Figueiredo

CEO

Luiz Frias - presidente do Conselho de Administração das empresas Grupo Folha e Universo Online (UOL), diretor executivo (CEO) da empresa desde 1989.

Editor Chefe

Otávio Frias Filho - Diretor Editorial do Grupo Folha

Outras Pessoas Importantes

Fernanda Diamant, editora da revista Quatro Cinco Um e esposa de Otávio Frias Filho

Contato

Sede São Paulo - SP - Alameda Br. de Limeira, 425 Campos Elíseos - São Paulo - São Paulo - CEP: 01202-900 - (11) 3224.3129 - www.folha.uol.com.br .

Informações Financeiras

Receita (US$ M)

2015: R$ 526

Lucro Operacional (US$ M)

2015: R$ 2.6

Publicidade (% da receita total)

Sem Dados

Participação no Mercado

Sem Dados

Outras Informações

Notícias

http://portalimprensa.com.br/noticias/brasil/79284/stj+libera+site+de+parodia+falha+de+s+paulo

Portal Imprensa. STJ libera site de paródia Falha de S. Paulo. Accessed Oct. 2017

Fontes do Perfil do Veículo

http://portfoliodemidia.meioemensagem.com.br/portfolio/midia/FOLHA+DE+S.PAULO/14417/home

Meio & Mensagem. Portfolio: Folha. Accessed Oct. 2017

  • Projeto por
    Intervozes Logo
  •  
    Reporteres sem fronteiras
  • Financiado por
    BMZ