This is an automatically generated PDF version of the online resource brazil.mom-rsf.org/en/ retrieved on 2019/03/25 at 02:53
Reporters Without Borders (RSF) & Intervozes - all rights reserved, published under Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International License.
Intervozes LOGO
Reporteres sem fronteiras
  • INTERVOZES LOGO
  • Reporteres sem fronteiras
pt
en

Igreja Universal do Reino de Deus

Igreja Universal do Reino de Deus

Edir Bezerra Macedo é o líder de duas instituições com grande poder no Brasil: a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) e o Grupo Record de Comunicação. Macedo nasceu em Rio das Flores (RJ), em 1945. Dos 16 aos 32 anos de idade, trabalhou como funcionário público na Loteria do Rio de Janeiro (Loterj), empresa ligada à Secretaria de Fazenda do Estado. Macedo frequentou a Igreja Católica e a Umbanda antes de se converter ao evangelho, aos 18 anos, na Igreja Nova Vida. Foi ali também que conheceu e se casou com Ester Eunice Rangel, em 1971. Foi consagrado pastor em outra igreja, a Casa da Bênção, em 1974. Em 1975, fundou a igreja Cruzada do Caminho Eterno (Salão da Fé), também no Rio de Janeiro, junto com seu cunhado Romildo Ribeiro Soares (conhecido como “R.R. Soares”), Roberto Augusto Lopes e os irmãos Samuel e Fidélis Coutinho. Dois anos depois, os três primeiros romperam com a Caminho Eterno e fundaram a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), no bairro da Abolição, Rio de Janeiro (RJ).

Disputas pela liderança da denominação causaram o rompimento entre Macedo e R.R. Soares, que, em 1980, fundou a Igreja Internacional da Graça de Deus e se tornou um dos principais tele-evangelistas brasileiros. Já Roberto Augusto Lopes permaneceu na IURD até 1987, quando retornou à Igreja Nova Vida e deixou Macedo sozinho na liderança da nova denominação. Desde o início, Macedo investiu na expansão da IURD não só em território nacional, mas em outros países da América Latina, América do Norte e África. Hoja, a IURD é a quarta denominação evangélica brasileira em número de fiéis (1,87 milhão), atrás da Assembleia de Deus (12,3 milhões), da Batista (3,7 milhões) e da Congregação Cristã do Brasil (2,2 milhões), em dados do IBGE de 2010.

Desde o início da história da igreja, Macedo investiu nos meios de comunicação. Ainda em 1980, a igreja com apenas três anos, lançou o livro “Orixás, caboclos e guias: deuses ou demônios?”. No livro, o bispo atacava as religiões de matriz africana, base da teologia da IURD, que prega que o demônio se manifestaria em outras religiões, como a Umbanda e o Candomblé, e seria o responsável pelos males do mundo. Assim, os rituais de exorcismo ou de libertação da IURD são discursados como forma de “libertar” as pessoas do demônio, estigmatizando, assim, outras religiões.

Macedo, como outras lideranças evangélicas, alugava horário de programação em emissoras de rádio e televisão (rádio Metropolitana RJ, extinta TV Tupi e Band). Mas, já em 1984, comprou sua primeira emissora, a Rádio Copacabana AM, no Rio de Janeiro e, em 1989, a TV Record, em São Paulo, então pertencente a Sílvio Santos e à família Machado de Carvalho. Neste mesmo ano, Macedo mudou a sede da igreja para São Paulo. Em 1992, a igreja fundou o jornal semanal Folha Universal, de distribuição gratuita, hoje com tiragem de 1,8 milhão de exemplares.

A criação da IURD data de um momento na história da igreja evangélica brasileira, caracterizada por Paul Freston como "terceira onda", em que as igrejas evangélicas, que até então tinham uma postura de afastamento de atividades e assuntos não religiosos, começaram a se envolver na mídia e na política. Em 1986, os evangélicos elegeram 18 candidatos e, já na Constituinte de 1988, a chamada "bancada evangélica" teve papel importante, assim como na concessão de emissoras de rádio e de televisão para igrejas e suas lideranças, um papel que é exercido pelo Congresso Nacional.

 

O primeiro iurdiano a se eleger foi Roberto Lopes, deputado federal pelo PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), em 1986. Segundo informações sistematizadas por Ronaldo Almeida e Fabricio Pereira da Silva (CPDOC: Arquivo Edir Macedo) e por Aires e Santos (2017), a participação da igreja no congresso foi crescente e os números de deputados federais eleitos foram: 3 em 1990; 4 em 1994; 13 em 1998; 16 em 2002. Neste ano, elegeram também um senador, Marcelo Crivella, sobrinho de Macedo, pelo Partido Liberal (PL - RJ). O principal articulador político da IURD nos anos 1990 foi o ex-bispo Carlos Alberto Rodrigues Pinto, deputado federal pelo PL.

No entanto, Bispo Rodrigues foi preso por corrupção e lavagem de dinheiro no escândalo do mensalão e afastado da igreja pelo Conselho de Pastores em 2004, embora tenha voltado às atividades da igreja em 2009, comandando a rádio Antena Nova (Aleluia). Nessa ocasião, a maior parte dos políticos ligados à IURD se desfiliaram do PL e foram para o Partido Municipalista Renovador (PMR), em 2006 renomeado como Partido Republicano Brasileiro (PRB). O PRB foi articulado pela Universal, mas elegeu como seu primeiro presidente o então vice-presidente José Alencar, que havia sido eleito na coligação com o presidente Lula (PT). O escândalo do Bispo Rodrigues foi seguido de outras denúncias, em que políticos ligados à IURD foram acusados de desvio de verbas da saúde pública. Como resultado, em 2006, a igreja elegeu apenas 4 deputados federais. Mas o seu poderio político voltou a crescer: em 2010, elegeram 9 deputados; em 2011, o bispo Marcos Pereira foi eleito presidente do PRB; em 2016, o partido elegeu Marcelo Crivella como prefeito da cidade do Rio de Janeiro; a bancada atual do partido conta com 23 deputados federais, dos quais 17 têm vínculos com empresas de comunicação e 14 com a Rede Record.

Nas eleições presidenciais, a IURD variou seus apoios de acordo com seus interesses pragmáticos, sem muita coerência partidária: em 1989, apoio Fernando Collor de Melo; em 1994, começou apoiando o peemedebista Orestes Quércia mas mudou o apoio para o candidato vitorioso, Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Em 2002, 2006, 2010 e 2014, no entanto, os partidos ligados à IURD, PL e depois PRB, fizeram parte da base dos governos de Lula (PT) e Dilma (PT). Em 2016, apoiaram o impeachment da presidenta e agora fazem parte do governo de Michel Temer (PMDB), responsável pelo golpe parlamentar.

Nos anos 2000, a IURD começou a investir em grandes templos, no Brasil e no exterior, e, em 2014, inaugurou o Templo de Salomão, em São Paulo, com a presença de políticos como a então presidenta da república Dilma Rousseff (PT) e o vice-presidente Michel Temer (PMDB), o governador de São Paulo, Geraldo Alkmin (PSDB) e o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT). O templo tem espaço para 10 mil pessoas sentadas e foi erguido em um espaço de 100 mil m2, onde há também escolas bíblicas com capacidade para comportar cerca 1.300 crianças, estúdios de tevê e rádio, auditório, estacionamento e hospedagem para os pastores, a um custo de 680 milhões de reais.

Informações Básicas

Empresa Mãe

Igreja Universal do Reino de Deus

Tipo de Negócio

Comunitário

Forma Legal

Organização sem fins lucrativoss

Setores de Negócio

Religioso, Mídia.

Propriedade

Proprietário Individual

Veículos de Mídia
Outros Veículos de Mídia

Outros veículos impressos

Jornais gratuitos Folha Universal e Folhinha Universal (para crianças)
Revista Plenitude

Outros Rádios

Rede Aleluia (1,4%)

Outros Veículos Online

Portal Universal; WebTV Universal; Portal EBI Universal, para crianças, distribuindo conteúdo em vários idiomas para Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia, Chile, Colômbia, Venezuela, México, Panamá, República Dominicana, EUA, Portugal, Espanha, Inglaterra, Jamaica, Japão, Letônia.

Fatos

Negócios na Mídia

Mercado editorial

Editora Gráfica Universal

E-commerce

Arca Center

Indústria fonográfica

Line Records

Negócios

Religioso

Igreja Universal do Reino de Deus (IURD)

Informações Gerais

Ano de Fundação

1977

Fundador

Edir Macedo – principal dono do Grupo Record e bispo líder da Igreja Universal do Reino de Deus.

Empregados

Sem Dados

Contato

Sede nacional São Paulo - SP - Templo de Salomão - Av. Celso Garcia, 605 - Brás - CEP 03015-000 - São Paulo - São Paulo - Brasil - (11) 3573-3535 - www.universal.org.br

CNPJ

CNPJ 29.744.778/0001-97

Informações Financeiras

Receitas (Dado Financeiro/ Opcional)

Sem Dados

Lucro Operacional (em US$ M)

Sem Dados

Publicidade (em % de receitas)

Sem Dados

Gestão

Diretoria

Sem Dados

Diretoria Não Executiva

Sem Dados

Conselho Fiscal

Sem Dados

  • Projeto por
    Intervozes Logo
  •  
    Reporteres sem fronteiras
  • Financiado por
    BMZ